ENTRE ESPAÇOS, Poesia, Alice Coutinho, uma edição PT/D

ENTRE ESPAÇOS, Poesia, Alice Coutinho, uma edição PT/D
“São as intermitências do tempo que comandam a vida, porque nos fazem estar, regressar e ir.
Os teus espaços, Alice, são salitre quente que nos levam a revisitar os nossos, através dos teus rios rebeldes/quase delinquentes curvas sagradas e ruas mornas.
E é na leitura dos teus poemas que o leitor se perde na tua saudade, já que o tempo escorre, ama e apaixona-se… revisita-se em momentos de reflexão, através de um Buda, o das sílabas douradas/áridas de um sopro, que imprimes neste livro, e eu fico feliz por ser a leitora dos teus instantes de insónia.
Cada um dos teus poemas é uma travessia pela Vida.
Fiquem assim, caros leitores com a verdade dos desertos, de Alice Coutinho… in -extremis.”
Avelina Ferraz