Vencedor do Prémio Literário Germano Silva, 2018

JAIME SOARES
Com a obra “A COR VERDE”

Jaime Soares nasceu a 14 de Janeiro de 1987, em Vila Nova de Famalicão. É licenciado em Línguas, Literaturas e Culturas (Português/Inglês) e mestre em Estudos Anglo-Americanos (Literatura e Cultura), pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Em 2016, foi-lhe atribuída uma bolsa pela Associação Luso-Britânica. Por um período de um ano, trabalhou no CETAPS (Centre for English, Translation, and Anglo-American Studies), Universidade do Porto, ajudando a desenvolver actividades culturais e académicas como, por exemplo, seminários com docentes e escritores, assim como sessões de cinema.

Jaime Soares apresentou algumas comunicações em conferências no Porto, em Braga e em Boston (neste último caso, in absentia). A revista da “Don DeLillo Society” inclui um artigo da sua autoria intitulado “Don’t blame the players, blame the ‘system’: a systemic reading of Don DeLillo’s The Names” (2017).

Por outro lado, em 2014, Jaime Soares foi premiado no 1.º Concurso Internacional de Literatura da ALACIB (1.º lugar, categoria Crónica, texto “Caixa”), e a “Revista TriploV”, de Artes, Religiões e Ciências, conta com um texto da sua autoria que se intitula “Má rês”. Actualmente, trabalha na indústria têxtil, e lê e escreve nas horas vagas.