QUANDO OS CRAVOS VERMELHOS CRUZARAM O GEBA

QUANDO OS CRAVOS VERMELHOS CRUZARAM O GEBA

Tony Tcheka é um dos principais escritores da Lusofonia.
Este seu novo livro, composto por 4 contos, Pekadur di Sambasabi, Manito o Patriota, Camarada Melhor Amanhã e Excisadas na Flor da Idade, é um verdadeiro contributo para o acervo da História, da Cultura e da Língua Portuguesa.

 

Assistimos, durante a leitura, a um entrelaçamento de culturas; aprendemos com os dialetos, as lendas, as tradi-ções e os costumes, desta narrativa histórica contada, que nos adverte para o quanto é necessário “pensar o passado para compreender o presente e idealizar o futuro”, tal como Hérodoto visionou. 

Tony Tcheka é um profundo conhecedor da História e das estórias de homens e mulheres que sendo escravos da sua identidade, se tornam vítimas fáceis da ignorância, do medo e da ganância.
Como se fosse pouco, confere aos seus textos um embelezamento semântico e sintático, numa requintada criação literária.

Nota da Editora

 

 

Este livro resulta do Concurso Bolsas Criar Lusofonia, promovido pelo Centro Nacional de Cultura, com apoio do Ministério da Cultura/Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas de Portugal.

Order Now!
About the Book

 

 

 

 

Autor

 

Tony Tcheka
(pseudônimo de António Soares Lopes Jr.)
é escritor, jornalista, ensaísta e consultor internacional (media e comunicação); guineense, nascido em Bissau, no bairro de Santa Lúzia, é considerado um nome referência no seu país, nas áreas da cultura e do jornalismo. Da sua lavra literária destacam-se os títulos “Noites de Insónia na Terra Adormecida” (Bissau, 1996) ; “Guiné Sabura que Dói” (lançado no Brasil em 2008, na Festa Literária Internacional de Porto de Galinhas (FLIPORTO) e em Lisboa (2009); “Desesperança no Chão de Medo e Dor” (Lisboa – Mala Posta/2016); Os Media na Guiné-Bissau (Faculdade de Direito de Lisboa/2017), um estudo que percorre o período entre 1879 a 2013, a que se juntam outros trabalhos anteriores de sua autoria na mesma área. Na Alemanha, saiu a lume em março deste ano, o livro de poesia “GUINEA”, uma edição bilingue, português-alemão, com a chancela da editora Hochtoth Verlag. Tem já terminados outros dois livros, um de ficção-romanceada, “Bissau-Velho e Sonhos Capturados”, e outro de poesia, Terra Naufragada – “ SolNoti”.
Autor e apaixonado confesso da cultura multifacetada do seu país, cedo se destacou na pesquisa, não só na escrita, como na recolha e divulgação da produção literária nacional na imprensa local e na coordenação e apoio editorial, individualmente ou integrando equipas de trabalho, das cinco primeiras antologias poéticas editadas na Guiné-Bissau: “Mantenhas para quem Luta” (Bissau-1977); Momentos Primeiros de Construção (Bissau-1978); “Poesia Moderna Guineense” (Lisboa-1990); “Eco do Pranto” (Bissau e Lisboa-1992); Barkafon di Poesia na Kriol (Bissau-1997).
Criou e dirigiu o “Bambaram”, uma edição cultural e literária do Jornal Nô Pintcha. Numa outra dimensão, apoiou um grupo de jovens na sua iniciação poética, na organização e edição da Antologia Juvenil “Traços no Tempo” (2009), que prefaciou. É co-fundador do grupo GREC – Grupo de Ação Cultural e da Revista Cultural “Tcholona”. Com mais quatro colegas, os jovens quadros Miguel de Barros, Spencer Embaló, Rui Jorge e Patrícia Godinho Gomes, criaram a “Cooperativa Corubal”, vocacionada para a produção, divulgação cultural e científica. Dirigiu a “RDN” – Radiodifusão Nacional da Guiné-Bissau e o jornal guineense “Nô Pintcha”.
Desde Janeiro (2019) preside a AEGUI – Associação de Escritores da Guiné-Bissau, tendo feito parte da equipa fundadora do PEN-CLUB guineense (2018); foi ainda Secretário Executivo da UNAE-União de Artistas e Escritores da Guiné-Bissau, que ajudou a criar e presidiu a primeira Associação Guineense de jornalistas – AJGB. Da sua lavra literária muitos trabalhos foram respaldados no estrangeiro em diferentes obras: “Anthologie Littéraire de l´Áfrique de l´Ouest” (Paris-França), “No Ritmo dos Tantãs” (Brasil), “Na Liberdade” (Lisboa-Portugal), “Rumos dos Ventos” (Fundão-Portugal), “Anna” (Alemanha/Livro e DVD), Poesia da Guiné-Bissau (Grã-Bretanha), “Portuguesia-ContraAntologia” (poetas de Língua Portuguesa /Livro e DVD), “VERSshuggel – Contrabando de Versos – Poesia de expressão alemã e portuguesa” e Antologia Mundial (100 poetas do mundo). Figura no “Dicionário Temático da Lusofonia” (Lisboa-Portugal) e no “Além-Mar” (Lisboa-Portugal). Em Lisboa (2017) foi galardoado pela Organização “Prémios da Lusofonia”, por serviços prestados à Lusofonia. Regista outras distinções nomeadamente “Diploma de Mérito com Estatueta”, do Instituto Superior das Cências da Educação de Lisboa (ISCE); “Diploma de Mérito Grau de Engenheiro de Almas” atribuído pela Sociedade de Autores Guineenses (SGA), pela contribuição dada à literatura e cultura guineenses. Recebeu mais três Diplomas de Reconhecimento Profissional concedidos pela “SGA”, como jornalista nas áreas de televisão, rádio e imprensa escrita. Na sua vasta atividade profissional ressaltam ligações profissionais com muitas organizações internacionais, nomeadamente a UNICEF, Swedish Save de Children, UNESCO, IRIN (ONU), IPAD. Como correspondente, trabalhou para vários órgãos, nomeadamente o jornal Público, Rádio TSF-Lisboa, Voz da América, Voz da Alemanha, BBC, entre outros. Na qualidade de consultor internacional esteve ligado a vários projetos, com destaque para formador de radialistas e animadores das Rádios Comunitárias Guineenses, enquadradas num projeto liderado pela INFORMORAC/Neederland em Bissau; Formador de animadores da AMIC – Associação de Amigos da Criança; Formador de Mulheres Líderes em Comunicação e Visibilidade “Women can do it”, no Quanza Norte (Angola), e em Luanda “O Género em Jornalismo”. Em Portugal foi editor da revista “África Lusófona” e redator da revista “Lusografia” do Instituto PIAGET. Durante quatro anos, Tony Tcheka, como perito-media, integrou o Programa UE-PAANE – Apoio a Atores Não Estatais da União Europeia, coordenando o eixo media e comunicação. Tem vindo a coordenar uma equipa multidisciplinar da CE-CPLP, para a criação da Comissâo Especializada da CE-CPLP para os Media e integra o Conselho de Admnistração dos “Prémios da Lusofonia”. É membro do Conselho Consultivo do OLP – Observatório de Língua Portuguesa e é o Coordenador do GRA – Grupo de Reflexão e Análise, com sede em Lisboa. Em 2020 foi nomeado Prémio Literário Guerra Junqueiro – Lusofonia|Guiné Bissau.

Details
Author:
Genre: Contos
ISBN: 9789895463794
List Price: 15€
Disclosure of Material Connection: Some of the links in the page above are "affiliate links." This means if you click on the link and purchase the item, I will receive an affiliate commission. I am disclosing this in accordance with the Federal Trade Commission's 16 CFR, Part 255: "Guides Concerning the Use of Endorsements and Testimonials in Advertising."